Top melhores filmes de esporte

0

As Olimpíadas no Rio acabaram, o Brasil ficou em 13º no quadro de medalhas e como os políticos falam, o legado permanece. Isso é o que veremos né. Enfim, não estamos aqui pra falar da Olimpiadas, mas muito além disso, vamos falar sobre esportes, ou melhor, filmes sobre esportes.

Quando um filme surge da idéia de um esporte, geralmente eles são motivadores, inspiradores e eles sempre mostram a superação da jornada do protagonista. Então com esse pensamento, resolvemos fazer uma lista, de filmes de esportes variados (alguns esportes se repetem), sobre os melhores filmes (na minha opinião) com este tema. Filmes como Rocky, Touro Indomável, Carruagem de Fogo, Space Jam, que sempre aparecem nessas listas, não estarão.

Dito isso, vamos lá:

DUELO DE TITÃS (REMEMBER THE TITANS) – 2000

duelo-de-titas-ou-remember-the-titans-1406662850121_956x500

Era início da década de 70. A questão racial nessa época estava em colisão, já que nesse período as escolas norte-americanas tinham que integrar brancos e negros nas salas de aula e nas demais atividades escolares. Inclusive no esporte. A relutância dos dois grupos era notória, tanto os estudantes brancos quanto os negros não queriam aceitar essa integração de forma alguma.

É aí que entra o técnico Herman Boone (interpretado pelo sempre brilhante Denzel Washington), que decide enfrentar o problema e quebrar as barreiras criadas pela diferença da cor. Esse filme é uma verdadeira vitória do preconceito racial através do esporte. E o que é ainda mais legal, é baseado numa história real. Se você não assistiu esse filme ainda, assista porque é lindo, inspirador.

 

JAMAICA ABAIXO DE ZERO (COOL RUNNINGS) – 1993

1

Quem iria acreditar em uma equipe da Jamaica de bobsled nas Olimpíadas de Inverno em 1988? O enredo gira em torno da primeira participação da Jamaica nos Jogos. Mostra a preparação dos atletas, que praticamente não tiveram contato com a neve, o inicio do surgimento da idéia e é claro a performance dos atletas no final.

O que é legal nesse filme é a determinação e perseverança dos atletas para participar do Jogos Olímpicos de Inverno. Aliás, é bom lembrar que a Jamaica abriu caminho para que outros países de clima quente, inclusive o Brasil, passassem a se aventurar nesse tipo de competição. Outro filme inspirador e baseado, levemente, numa história real.

 

MENINA DE OURO (MILLION DOLLAR BABY) – 2004

1

Um filme que levou 4 Oscars pra casa, incluindo o de Melhor Filme. Quase todo ano sai um filme sobre boxe, e são poucos que conseguem algum sucesso e Menina de Ouro foi um desses. Hilary Swank, que levou o Oscar de Melhor Atriz por esse filme, interpreta uma jovem que tem um sonho de ser lutadora de boxe. Depois de muita insistência e dificuldade, Frankie (Clint Eastwood, que também é o diretor do filme, e que também ganhou um Oscar) aceita treiná-la. A partir daí acompanhamos a evolução da jovem, que mostra ter uma determinação absurda nos treinos, até chegar as lutas oficiais. O final do filme é triste pra caramba, eu devo ter chorado uma semana depois que assisti o filme. Vale muito a pena.

 

FOXCATCHER: UMA HISTÓRIA QUE CHOCOU O MUNDO (FOXCATCHER) – 2014

1

O filme conta a história real (olha aí mais uma) de um campeão olímpico de luta greco-romana, Mark Schultz (Channing Tatum), que treinava com seu irmão mais velho, Dave (Mark “Hulk” Bufalo), que também era uma lenda nesse esporte. Mark, um dia, foi chamado para treinar com o milionário John, da família du Pont, no seu time, chamado Foxcatcher, e atraído pelo dinheiro ele aceita. É aí que as tretas começam a acontecer.

O filme é impecável, foi indicado a 5 Oscars, Channing Tatum surpreende, já que estamos acostumados com ele fazendo comédias, mas quem rouba a cena é Steve Carrel que está irreconhecível. O que também chama a atenção no filme é a questão do patriotismo dos americanos, a obsessão pela vitória sempre. Esse filme é ótimo, sério, assistam.

 

INVICTUS – 2009

1

Mais um filme de Clint Eastwood e mais uma história real. Nelson Mandela sempre será um herói para a África, isso é fato. Ele já foi retratado em diversos filmes, mas em Invictus é diferente. Durante muitos anos, os sul-africanos viveram a segregação racial. Não podiam frequentar os mesmo locais que os brancos, andar no mesmo ônibus e até usar os mesmos banheiros. Mandela foi preso durante o apartheid e depois de 27 anos ele é finalmente solto. Era o ano de 1990. E é quando ele vê de um lado crianças negras jogando futebol, e do outro crianças brancas jogando rugby.

Mesmo com o fim do apartheid o país já havia assimilado a cultura da segregação. Negros e brancos estavam acostumados a viverem separados. Foi então, em 1994, já como presidente, que Nelson Mandela tem como missão, unir o povo através do esporte mais popular da África do Sul: o rugby. O filme é genial, lindo de assistir.

 

COACH CARTER: TREINO PARA A VIDA (COACH CARTER) – 2005

1

Mais uma história real e inspiradora. Mais uma grande lição de vida e de superação. Um treinador de basquete que não estava apenas preocupado com o desempenho dos jogadores nas quadras, mais, sobretudo, em vencer na vida. Um técnico que queria mostrar aos jovens um futuro longe das gangues e da prisão, que era a única realidade que eles conheciam.

Eles eram indisciplinados, briguentos, desrespeitosos até que aparece o dono de uma loja de artigos esportivos, Ken Carter (Samuel L. Jackson), que aceita ser o técnico de basquete de sua antiga escola e que fica em uma área pobre da cidade. Ele impôs um sistema rígido de treino, em que os interessados em fazer parte do time, deveriam ter um comportamento respeitoso, um modo adequado de se vestir, não faltar às aulas e a terem boas notas em todas as matérias. Tudo isso foi registrado em um contrato, assinado por cada um dos jogadores e pelos pais. Por que só assim eles deixariam de ser meninos e se tornariam homens. Mais um grande filme.

 

O HOMEM QUE MUDOU O JOGO (MONEYBALL) – 2011

1

Outro filme baseado numa histórial real. Um filme que vai além do baseball, ou beisebol aqui no Brasil. Um homem (Brad Pitt) que literalmente descobriu a fórmula matemática do sucesso no esporte. O longa conta a história de Billy Beane, gerente geral do time de baseball do Oakland Athletics, que tem como desafio criar um time competitivo para a temporada de 2002 de Oakland, apesar da situação financeira desfavorável da equipe, usando uma sofisticada análise estatística dos jogadores.

O esporte aqui é usado como pano de fundo, mas mesmo assim o filme é muito bom. Durante as cenas, são mostradas imagens reais, que dão mais um toque positivo no longa. E Brad Pitt mais uma vez entrega uma ótima abordagem do personagem.

 

O LUTADOR (THE WRESTLER) – 2008

1

Mickey Rourke em um dos seus melhores papéis na carreira. Antes desse filme, o cara estava falido, todo ferrado literalmente. Foi aí que entrou o diretor Darren Aronofsky que queria muito ele como o protagonista. Darren teve que dispensar Nicolas Cage, porque seu “coração estava com Mickey”, e aí Mickey Rourke renasceu. Ganhou o Globo de Ouro como Melhor Ator e merecia muito ter ganhado o Oscar também, mas enfim.

O papel é muito semelhante com a história de Rourke. Um pugilista está em um dos seus piores momentos na vida (Rourke antes de ser ator era pugilista também). Até que após uma luta, ele sofre um ataque cardíaco e é comunicado pelo médico que não pode mais lutar. Ele larga a carreira e começa a trabalhar no balcão de frios de um supermercado. Rourke está maravilhoso como The Ram e o roteiro tem uma construção de personagem irretocável, visual e psicológica. O lutador/ator encanta em sua entrega ao filme tanto nos ringues quanto fora deles. As cenas de lutas são profissionais e de um realismo fora do comum (Rourke chegou a cortar-se de verdade nas cenas, de propósito). Assistam, vale a pena também.

 

NÓS SOMOS OS CAMPEÕES (THE MIGHTY DUCKS) – 1992

1

Provavelmente o mais famoso filme de Hóquei no Gelo. Me lembro de tê-lo assistido pela primeira vez na Sessão da Tarde, e sair falando Patos, Patos, Patos no final do filme. Eu reassisti esse filme recentemente e gostei ainda mais dele. Depois ele ganhou mais duas sequências devido ao sucesso, fora um desenho animado.

A trama é simples, um advogado depois de cometer várias infrações de trânsito, é obrigado a prestar serviço à comunidade como instrutor de hóquei da pior equipe da cidade. Um grupo de garotos desajeitados que não consegue patinar, marcar gols, enfim, autênticos perdedores. Contrariado e infeliz Gordon (Emilio Estevez) começa seu trabalho de treinador, primeiro dando novo nome à equipe “The Ducks” (Patos) e assim começa a se envolver na vida dos jogadores.

 

ESPORTE SANGRENTO (ONLY THE STRONG) – 1993

1

É o único filme de Hollywood que retrata a capoeira. Quem nunca ouviu alguém cantar Paranauê Paranauê Paraná não sabe o que está perdendo. O ex-boina verde Louis Stevens (Mark Dacascos), retorna para sua velha escola de artes marciais em Miami e recebe sua mais difícil missão: deixar em forma um grupo de adolescentes formado pelos delinquentes da região. Stevens, um mestre na Capoeira, a mortal arte marcial praticada no Brasil, resolve colocar os garotos em um rigoroso programa de treinamento.

O filme é repleto de coisas absurdas, como o maior traficante da região nasceu numa favela do Rio de Janeiro e ainda é mestre em capoeira também. Mas se você relevar certas coisas o filme é bem divertido.

 

SOMOS MARSHALL (WE ARE MARSHALL) – 2006

1

Outra história baseada em fatos reais que comoveu os EUA em 1970. Após uma derrota jogando fora de casa, o time de futebol americano da universidade Marshall sofreu um terrível acidente de avião. Trinta e sete jogadores, quase todo os técnicos e alguns familiares perderam a vida no maior desastre envolvendo uma equipe esportiva daquele país. Então cabe ao novo técnico (Matthew McConaughey) a tentar reerguer o espirito e a motivação não só dos jogadores, mas também da cidade inteira.

Um filme muito emocionante, McConaughey dá um show de atuação, e como todo bom filme de esporte, inspirador e motivacional. Outro grande filme de futebol americano.

 

KARATE KID: A HORA DA VERDADE (THE KARATE KID) – 1984

1

Quem nunca assistiu esse filme não deve viver nesse planeta. Clássico da Sessão da Tarde, que rendeu mais 2 continuações, 1 spin off estrelado pela Hilary Swank e o remake com o filho do Will Smith. E se acharem pouco eles fazem mais. O filme conta a história de um jovem lutador que deseja aprender caratê, e para isso convence um experiente mestre a lhe dar aulas, que acabam por transformar-se em lições de vida. Saudade das lições do Mestre Miyagi.

Nem precisa falar muito do filme, já que o longa é muito popular até hoje.

 

UM SONHO POSSÍVEL (THE BLIND SIDE) – 2009

1

Mais um filme baseado numa história real. Mais um filme de futebol americano. Filme que rendeu o Oscar de Melhor Atriz a Sandra Bullock. Um Sonho Possível mostra que ainda existem pessoas boas nesse mundo. Na história, Big Mike (Aaron Quinton) era filho de uma mãe viciada em drogas e não tinha onde dormir. Embora tivesse jeito para os esportes, faltava nele algo mais do que o dinheiro. Faltava amor. Assim, ele apenas sobrevivia e só passou a “existir” quando encontrou o amor de verdade numa família de brancos, que o adotou, livres de preconceitos. Assistam, sério.

 

Menções HonrosasEstrada para Glória, O Vencedor, Tudo pela Vitória, Rudy, Desafiando Gigantes, Arremesso de Ouro, Guerreiro e Desafio no Gelo.

E aí, faltou algum?

Compartilhe

Sobre o autor

Gostou? Deixe um comentário!